Starisy

"Seria cômico se não fossem crônicas poéticas"

Textos


Como uma agulha no palheiro....❧♡

Voltei a época da escravidão

Onde sou réu dos meus presságios

Numa roda de poesia eu me distraio com a maresia.

Sou mulher empoderada, sim

Mas me sinto empoeirada

No meio da modernização.

Tantos assuntos relacionados a igualdade, sendo tudo diferente

Livro aberto é para pouca gente

Livros e folhetos explicativos

De geração a geração, já não é visto de mão em mão.

Eu meio antiquada

Querendo meu chá com bolachas

Numa roda de capoeira

Não sou oito nem oitenta

Saio de fininho do meio de quem ostenta.

Palavrões não me atraem, no meio da praça as oito da manhã tem 

Crianças, velhos, crenças e pagãs.

Sou apenas uma agulha no palheiro

Num auditório com o mundo inteiro

Nós fazemos o mundo esse pardieiro

São quase duas da manhã e eu só quero casa

Lá eu organizo meus versos sem mudar minhas versões.

Embora eu não seja fina, passei na linha dá merchandising.

Despercebida

Aproveitei meu momento majestoso

E mantive integro

Meus pensamentos...

O amor não morreu, a educação não se perdeu e a cultura está na sala de cada casa, esperando estar presente dentro de cada um.ღ❦

Usa -se quem aprecia

Sem modernização

Porque a cultura vai passando seu som e contando a sua história, não querendo ser mudada e apenas lida, lembrada e por seus descendentes

Praticada!...♡

Starisy
Enviado por Starisy em 26/11/2023
Alterado em 26/11/2023


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Compartilhar no WhatsAppCompartilhar
Tweet